Archive for março \30\UTC 2011

Yokoyama

30/03/2011

Na minha opinião, este lugar faz a melhor empada de camarão do mundo.

A casa foi aberta em 1967 e era um lugar menor que tinha apenas um balcão comprido e as pessoas faziam fila para saborear seus salgados.

O sucesso da casa era grande e não demorou para abrirem  filiais, uma na rua Luis Góis e outra na mesma rua, que posteriormente foi unificada na matriz.

Os pasteis são ótimos, massa crocante e sequinha, os recheios bem saborosos  e os salgados são todos especiais, a variedade é grande mas do meu ponto de vista nenhum deixa a desejar.

O lugar onde são preparados é assim, bem amplo e aberto, todos os clientes podem ver a familia trabalhando, é isso mesmo, todos os funcionários fazem parte da família.

E este é o salão onde sentamos para degustar nossos pedidos.

A esfiha de escarola tambem está entre os meus favoritos, e hoje o pedido foi a dupla, a esfiha e uma empada, na verdade foram duas porque nunca consigo comer uma só…

Eles tem duas suqueiras daquelas de antigamente, com um suco de caju que é imperdivel, mas tambem tem caldo de cana como as pastelarias de antigamente.

Se voce ja conhece, sabe do que eu estou falando, se voce ainda não foi, vá porque vale a pena, fica na rua Lins de Vasconcelos nº 1365 .

Restaurante Tordesilhas

23/03/2011

Há muito tempo eu estava com vontade de postar algo sobre o restaurante Tordesilhas e ontem surgiu a oportunidade de voltar lá, apreciar seus  sabores e aproveitar para tirar umas fotos e dividir com voces.

A chef  Mara Salles é uma grande pesquisadora das receitas e dos ingredientes nacionais e percorre o país em busca de inspiração para suas criações. Pelo segundo ano consecutivo, foi eleita a melhor cozinha brasileira pelo juri do Guia da Folha,  além de ficar entre os seis melhores na pesquisa Data-folha de 2010.

vista do salão da frente

Terraço externo

olha sóquantas pimentas...

Olha essa bancada, parece casa do interior...

Nesta semana começou o Restaurante Week, acho que  todos ja devem saber o que significa, mas para quem ainda não sabe, poderá entrar no Site oficial e ficar por dentro, http://www.restauranteweek.com.br, mas falo isto por que vou mostrar o menu que esta sendo servido nestas duas semanas.

As opções de entradas  são, Ceviche de lulas com banana da terra gratinada ou Marinada de abóbora com folhas ao molho de laranja e gergelim.

Para o prato principal as opções eram, Pirarucu ao tucupi com panaché de legumes ou Guisado de carne seca com creme de mandioca e arroz de abobrinha.

E de sobremesa um picadinho de frutas com sorvete amazonico que nãofoi fotografado por que a unanimidade escolheu a outra sobremesa que era o Pudim de tapioca com baba de moça, que estava muitobom…

O tordesilhas fica na rua Bela Cintra, 465 – Conçolação, ah! quase me esqueço de contar que no domingo tem um buffet, oportunidade para saborear mais de um dos vários pratos oferecidos pela Casa.

Sopa creme de abóbora japonesa

19/03/2011

O outono está chegando e com ele a baixa temperatura também, não sei se foi a chuva de ontem mas hoje aqui em São Paulo,  o dia amanheceu cinza, garoando e com um pouco de  frio.

Então, achei que seria uma boa oportunidade para abrir a temporada de sopas que eu tanto gosto.

E para isso resolvi preparar esta sopa creme de abóbora japonesa, espero que voces gostem, porque nós por aqui adoramos, achamos suave, delicada e com um leve toque adocicado.

Ingredientes:

1 abóbora japonesa média

1l de caldo de legumes (ou outro de suapreferênciacomofrango ou carne)

200 ml de creme de leite fresco

2 ramos de alecrim fresco

Sal

Croutons  (opicional)

Modo de fazer:

Colocar a abóbora descascada e sem sementes para cozinhar no caldo de legumes juntamente com o alecrim.

Quando a abóbora estiver cozida, deixe esfriar um pouco, retire o alecrim e bata no liquidificador até obter um creme bem liso.

Volte para o fogo e acrescente o creme de leite, cozinhe por mais 5 minutos,  corrija o sal.

Sirva em cumbucas com um ramo de  alecrim para decorar.

Poderá também adicionar alguns croutons.

Humm!! ficou muito boa!! quer provar??


Spaguetti com camarões

15/03/2011

As vezes fico pensando em uma frase que minha irmã costuma dizer…

-Quem falou que é preciso ter fome para degustar um bom prato de macarrão?

Pois é, além de ser preparado em um espaço muito curto de tempo, vai bem em qualquer ocasião e com quase todos os ingredientes.

Este eu fiz assim:

Ingredientes:

1 pacote de spaguetti de grano duro

2 litros de água

1 kg de camarões limpos

4 dentes de álho descascados e picados

3 colh. de sopa de azeite

Salsa picada (a gosto)

sal

pimenta do reino branca moída na hora (opcional)

Modo de fazer:

Coloque a água do macarrão para ferver.

Em uma frigideira coloque o azeite e em seguida o alho.

Quando começar a dourar, adicione os camarões e lembre-se que o tempo é muito importante e não devem permanecer ao fogo por mais de 4 minutos.

Antes desse tempo se esgotar, salpique com a salsa, corrija o sal, e coloque pimenta ao gosto de cada um.

Esta proporção serve de 04 a 05 pessoas.

 

Restaurante Mocotó

10/03/2011

Fim de semana de carnaval, e eu com muita vontade de falar e de comer no  famoso restaurante Mocotó.

Como eu  não tinha nenhuma foto do lugar resolvi aparecer por lá, mas é claro que a minha pretenção era  que o lugar estaria menos cheio que de costume, doce engano, lotado como sempre, mas como todos sabem, a espera faz parte do Show.

Esse restaurante despretencioso que realiza o melhor da comida do Sertão Nordestino ja foi pauta para várias reportagens e até deu ao Chef Rodrigo Oliveira o título de chef revelação no ano de 2008 pela revista Prazeres da Mesa.

O cardápio conta a história do “Sr Zé Almeida”, que na década de 70 deixou o Sertão de Pernambuco para se aventurar em São Paulo, quando chegou por aqui, abriu o que se pode chamar de entreposto de produtos nordestinos e servia para seus clientes e amigos mocotó em copinhos, até que se  tornou um restaurante.

Com o passar dos tempos e o sucesso certo e garantido,  seu  filho Rodrigo Oliveira foi atráz de formação acadêmica e assim comandar a cozinha sem perder a autenticidade e simplicidade da cozinha sertaneja.

O que agrada bastante ao público é que a filosofia da casa é oferecer boa comida por um preço justo, além de apresentar uma enorme coleção de cachaças com mais de 300 marcas, algumas aromatizadas com frutas, outras licorosas, enfim inumeros tipos e sabores.

E enquanto as pessoas esperam seu lugar para o almoço, pode ser feito alguns pedidos la na calçada mesmo, e todos esperam pacientes tomando seus drinks e comendo seus petiscos.

Uma mandioca chips cortada bem fininha,  o que lhe deu a textura e crocancia  perfeita.

A porção de torresmo que de tão fresquinho, crocante e sequinho nem teve tempo para sair na foto, fico devendo, assim tenho um ótimo motivo para voltar lá…

Como o dia não estava tão quente, resolvi pedir uma mocofava, que além de aquecer o estomago, aqueceu a alma tambem.

Em seguida chegou à mesa uma picanha de carne de sol com um alho assado e pimenta biquinho, o unico pensamento em uma hora como essa é que da até pena de não ter mais fome para provar outras delicias do lugar.

Para finalizar um sorvete de rapadura com pedacinhos crocantes dela e uma  calda de catuaba;  realmente muito bom!!

O restaurante fica lá na Vila Medeiros, Zona Norte de São Paulo…

Apareçam por lá, vale cada minuto e cada bocado!!

Carnaval e Canja de galinha não fazem mal a ninguém…

04/03/2011

E hoje começa o carnaval!! Època em que a maioria das pessoas aproveita para se divertir e cair na folia…

Uns ensaiam o ano todo suas coreografias para reinarem na avenida e junto com suas escolas fazerem bonito para o resto do mundo!

Outros preferem entrar nos salões e brincarem o carnaval cantando, pulando e dançando as musicas atuais e as velhas marchinhas de carnaval.

Depois de gastar tanta energia, nada melhor do que chegar em casa, um banho  e um  prato de canja de galinha para dormir bem gostozo e quentinho…

Como diz a lenda, a canja de galinha sempre  foi um prato para convalescentes e tambem para mulheres que acabaram de dar a luz, então se ela é boa para eles, há de ser boa para os foliões também.

Beijos e bom carnaval!!

Ingredientes:

1 galinha de mais ou menos 1 kg cortada em pedaços

3 colh de sopa de óleo

1 cebola média cortada em cubos pequenos

2 litros de água

2 tomates sem pele e sem sementes

2 cenouras picadas ou em rodelas

2 mandioquinhas em rodelas (opcional)

1 folha de louro

1/2 xic. de arroz

Modo de fazer:

Em um caldeirão coloque o óleo para aquecer, em seguida as cebolas e a galinha em pedaços.

Cubra com a água, tempere com sal,  adicione os tomates, a folha de louro deixando cozinhar até a galinha ficar bem mole.

Retire a carne do caldo, tire os ossos, a pele e desfie a carne.

Coe o caldo e volte ao fogo, feito isso acrescente a cenoura e  o arroz e deixe que cozinhe

Junte a carne de galinha, corrija o sal e mantenha a temperatura bem quente.

E estará pronta para servir.

Bom apetite e bom descanso, que amanhã tem mais carnaval!!

Gratinado de brócolis com palmito

03/03/2011

Eu particularmente adoro esses dois ingredientes, brócolis e palmito, e acho que eles fazem uma dupla perfeita pois os sabores se harmonizam em qualquer situação.

A historia começou com uma pizza lá de perto de casa que é feita com eles, quando fazíamos o pedido todo mundo já olhava para mim e sabia qual era a minha escolha.

O problema é que se eu fosse comer pizza sempre que a vontade desses sabores aparecia, eu ia ficar com uns 150 kilos.

Então resolvi tirar a massa e ficar somente com o recheio, confesso que hoje em dia gosto muito mais assim do que a formula original.

Ingredientes:

1 maço de brócolis limpo 

1 vidro de palmito

1 litro de leite

1 colh. de sopa de farinha de trigo

1 colh. de sopa de manteiga

250 gr de catupiry

Nós moscada ralada na hora

Sal

150 gr de queijo parmesão ralado

Modo de fazer:

Cozinhe o brócolis apenas o tempo suficiente para que ele fique ao dente e reserve.

Corte os palmitos em rodelas de mais ou menos 2 cm e reserve.

Coloque em um refratário untado com manteiga os brócolis e os palmitos alternados, em seguida distribua o catupiry uniformemente e acrescente o molho bechamel. (receita igual a do post da couve flor gratinada)

Polvilhe com o queijo parmesão ralado e leve ao forno para gratinar.

Voces não acham que ficou com uma cara ótima??

Esse prato é realmente uma delícia… aproveitem e bom apetite!!