Archive for abril \27\UTC 2012

Couscous Marroquino com Amêndoas e Damascos

27/04/2012

O couscous marroquino é um grão feito de Sêmola de trigo, substitui o carboidrato nas refeições e não requer prática e nem habilidade.

É só hidratar com água ou um caldo de sua preferência, feito isso,  quando estiver hidratado, coloque uma colher de sopa de manteiga ou de azeite para os grãos não grudarem.

Para este prato eu fiz assim;

Ingredientes:

1 xícara (chá) de couscous marroquino hidratado em duas xícaras (chá) de caldo

1 cebola roxa cortada em brunoise (cubos bem pequenos)

100 gr de damasco secos picados

100 gr de amêndoas em lâminas picadas

2 tomates sem sementes cortados em cubos pequenos

Salsa quanto necessário

Azeite

Sal

Pimenta do reino (opcional)

Modo de preparo:

Coloque em uma vasilha o couscous hidratado e acrescente o restante dos ingrêdientes, adicione os temperos, mexa suavemente.

Prove, corrija os temperos e estará pronto para servir.

Poderá ser servido quente, em temperatura ambiente ou até mesmo gelado.

Gérberas

24/04/2012

Flores, simples assim…

Um presente que pode dizer muito mais do que palavras!

Salada de Feijão

20/04/2012

Um amigo pediu para eu preparar uma salada diferente para servir como um dos acompanhamentos de um churrasco que vai ser realizado hoje, para a despedida de sua irmã, que está indo morar em outro país.

Foi então que me veio a idéia de fazer esta salada de feijão…

… gostei muito do resultado e o melhor de tudo foi que eles também aprovaram, essa eu fiz assim:

Ingredientes:

1 kg de feijão

2 cebolas médias picadas ou em rodelas (opcional)

3 cenouras cortadas em cubos pequenos

500 gr de vagem picadas

1 maço de salsa ou de coentro (use o de sua preferência, ou misture metade de cada um)

Azeite

Sal

Pimenta dedo de moça (opcional)

Modo de preparo:

Cozinhe o feijão em uma panela destampada até ficar macio, mas cuide para que não amoleça demais, mais ou menos 15 minutos.

Tempere com a cebola, o azeite e o sal enquanto o feijão ainda estiver quente, pois dessa maneira os sabores agregarão com mais intensidade, reserve.

Em uma frigideira coloque um pouco de azeite para aquecer e passe a cenoura e a vagem apenas para amolecer um pouco, mas não deixe perder sua crocância.

Deixe esfriar e acrescente o restante dos ingrediêntes, corrija o sal e coloque no refrigerador até a hora de servir.

Bolo de Chocolate Sem Ovos

18/04/2012

Este é um bolo bem simples de fazer, e traz na receita um diferencial, que é não conter ovos nos seus ingrediêntes, e o melhor, quando fica pronto ja está com uma calda deliciosa.

Ingredientes para o bolo:

2 copos  de farinha de trigo

1 copo de açucar (eu usei o mascavo)

1 copo de leite

2 colheres (sobremesa) de fermento em pó

2 colheres (sopa) de achocolatado de sua preferência

1 colher (café) de sal

2 colheres (sopa) de manteiga

Modo de praparo:

Misture todos os ingrediêntes e mexa bem, acrescente o leite por ultimo e despeje em uma forma de buraco untada apenas com manteiga.

Ingrediêntes para a calda:

2 copos de água

1 copo de açucar

4 colheres (sopa) de achocolatado (eu usei 2 de achocolatado e 2 de chocolate em pó)

Modo de preparo para a caldo:

Coloque a água para ferver e em seguida adicione o açucar e o chocolate.

Despejar sobre a massa do bolo ainda crua.

Leve para assar por aproximadamente 30 minutos à 180º.

Frango ensopado com batatas – Comfort food

17/04/2012

O princípio do comfort food é prezar por ingrediêntes saudáveis, de excelente qualidade e apresentar pratos simples e gostosos.

Aquela comida que nos remete a infância e as coisas mais simples e deliciosas da vida, conforme o nome ja diz, é a comida confortável, que lembra aconchego, aquele aroma vindo da cozinha e que invade a casa toda, mexendo com a memória e trazendo a sensação de bem estar e  carinho.

Para o Frango com batatas

Ingredientes:

1 kg de coxa e sobre coxas (eu usei desossados)

4 dentes de alho descascados e picados

1 cebola cortada em pedaços bem pequenos

1 colher (sobremesa) de gengibre

2 tomates sem pele e sem sementes cortados em cubos pequenos

4 batatas médias cortadas em quatro

Suco de 1 limão

Azeite

Sal

Pimenta do reino

Modo de preparo:

Temperar o frango com o alho, a cebola, o gengibre, o suco de limão, sal, pimenta e deixe marinar por no minimo 3 horas.

Colocar em uma caçarola o azeite para aquecer e em seguida selar os pedaços de frango até que eles estejam bem dourados.

Adicione a água aos poucos, deixando a temperatura voltar cada vez que derramar um pouco do líquido.

Acrescente os tomates e cozinhe até quase desmanchar, coloque as batatas quando o frango já estiver quase pronto, e se necessário adicione um pouco mais de água para não secar demais enquanto as batatas amolecem.

Este eu servi com um arroz de brócolis, porque o pessoal lá de casa adora, mas para ser bem sincera, se eu comesse só o frango com suas batatas eu ja estaria no céu.

Bom apetite!!

Bortsch – Sopa de Beterraba

13/04/2012

Reza a lenda que uma linda sereia pediu ao pescador Wars e à sua mulher Sawa que construíssem uma cidade junto ao rio Vistula, e assim nasceu Varsóvia. E desde então, a Polónia, país que tanto sofreu ao longo da história com inúmeras invasãoes, tornou-se famoso pela sua hospitalidade e gastrônomia.

E quando eu comentei com uma Amiga que ontem eu fiz esta sopa para o jantar e iria colocar no blog, ela me contou uma história linda.

Disse que sua avó preparava essa sopa quando ela era criança, e há alguns anos atrás ela fez uma viagem para Bruxelas e foi visitar uma cidade chamada Bruges; quando começou a descrever, falou que parecia uma cidade encantada, tão linda que até parecia que estava fazendo parte de uma tela.

Nem é preciso dizer que esta minha Amiga é artista plástica e como todo artista, tem a sensibilidade a flor da pele.

Voltando a história, quando chegou a cidade disse que fazia muito frio e que os ventos Noroete quase arrancavam as pessoas do chão, entrou em um restaurante e pediu Bortsch. Quando começou a degustar, recebeu uma onda de calor e conforto, como se a  lembrança gustativa pudesse trazer sua avó àquele lugar…

Lindo isso né??

Ingredientes:

2 cebolas grandes picadas em fatias

2 tomates grandes sem pele e sem sementes picados em tiras

3 beterrabas grandes ou 4 médias

2 dentes de alho picado

1/2 talo de alho poró

1 colher de endro seco (opcional)

1 colher (sopa) de azeite de oliva extra virgem (antigamente usavam banha de porco)

100 ml de água

Suco de 1 limão,

Sal

Pimenta à gosto

Modo de fazer:

Em uma frigideira coloque o azeite extra virgem, a cebola, o alho e deixe murchar.

Em uma panela coloque as beterrabas em água fria ja picadas e deixe até ficar macia.

Acrescente o alho poró, os tomates, o sal a pimenta e o suco de limão.

Deixe cozinhar aproximadamente uns 15 minutos.

Bata tudo em um liquidificador e sirva quente ou fria.

Acrescente ao centro do prato  creme azedo, (creme de leite fresco batido com limão) ou se quizer que fique um pouco mais light use coalhada fresca ou seca, a quantidade é a de sua preferência.

Eu usei coalhada fresca, e posso confessar, ficou uma delícia!!

Aniversário – 2 Anos

10/04/2012

Este Post é para agradecer a todos os amigos leitores, que durante estes dois anos, em algum momento passaram por aqui.

A idéia de ter um blog parecia muito distante até que as primeiras linhas e os primeiros posts foram surgindo, e timidamente o do Mel ao Dendê se transformou em um lugar onde posso dividir com voces o meu cotidiano,  desde receitas das quais eu produzi e até mesmo lugares onde encontro beleza, novidades e curiosidades.

Um pedacinho da minha história sendo contada, mesmo que despretenciosamente, trazendo para meus dias presentes como pessoas vindas  de perto e de longe, acrescentando doçura e tempero, me fazendo mais  Feliz.

Então, por tudo isso, muito obrigada, desejo que inspirações não me faltem, e que esta data seja comemorada por muitos anos.

  Do Mel ao Dendê, Feliz Aniversário!!!

Grelhado de Peixe sobre cama de Feijão Manteiga

05/04/2012

Hoje, véspera do feriado da sexta feira santa,  resolvi colocar  uma dica de peixe bem light e também de fácil preparo, apenas para ter uma outra opção do tradicional bacalhau.

Esse eu fiz assim; cortei um filé de robalo em pedaços de mais ou menos 8.0 cm X 5.0cm, temperei com suco de limão, sal e pimenta do reino branca, coloquei em uma grelha bem quente, deixei dourar e reservei.

Para a montagem do prato, fiz uma cama de feijão manteiga apenas cozido e escorrido, temperado como uma salada, azeite, sal e limão siciliano, pos cima alguns pedaços do peixe.

Salpiquei  tomate, cebola e pimentão picados em pedaços pequenos, porque além de dar cor, acrescentou textura e sabor.

Espero que todos voces tenham um excelente feriado!!

Moqueca de Palmito

02/04/2012

Semana passada fui convidada a fazer um programa na Rede Gazeta de Televisão, e a receita escolhida pela produção foi essa Moqueca de Palmito, optei pelo palmito pupunha pela suavidade e textura, e tambem pelo fato de este não estar em perigo de extinção, como o do tipo Juçara.

Moqueca de Palmito
 
Ingredientes:
 
400 gr de palmito em conserva (usei o pupunha )
2 garrafas de leite de coco
1 colher (sopa) de azeite de oliva
3 colheres de azeite de dendê (para a moqueca baiana),  ou de azeite com urucum (para a moqueca capixaba)
1 cebola grande cortada em rodelas
1/2 pimentão verde picado
1/2 pimentão vermelho picado
1/2 talo de alho poró picado
2 colheres de coentro picado ( p quem não gosta de coentro pode substituir por salsa)
Sal quantidade necessária
1 dente de alho picado
2 xícaras de molho de tomate (sugo)
 
Modo de preparo:
 
Refogue metade da  cebola, o alho, o alho poró e o pimentão no azeite.
Deixe murchar um pouco e acrescente o molho de tomate,  que os sabores agreguem uns aos outros.
Bata essa mistura no liquidificador e volte à panela.
Adicione o palmito pupunha, a outra metade da cebola, acrescente o leite de coco, o azeite de dendê para a moqueca baiana,
e o azeite de urucum para a moqueca capixaba.
Corrija os temperos e sirva com arroz branco e uma salada de folhas verdes.
 
Bom apetite!