Archive for junho \27\UTC 2012

Sopa Creme de Mandioquinha, Cenoura

27/06/2012

O jantar de ontem foi bem simples e light, fiz uma sopa creme de mandioquinha com cenoura, mas o que deu um toque especial foi que eu acrescentei dois tomates sem pele e sem sementes e um pedaço de canela em pau.

Ficou simplesmente deliciosa, a canela é um condimento termogenico e digestivo, traz a sensação de calor interno, e tem diversas propriedades, são tantas que eu prometo dedicar um post apenas para falar dela.

Ingredientes:

3 mandioquinha médias

2 cenouras médias

2 tomates não muito grandes sem pele e sem sementes

1 pau de canela de uns 8 cm

1/2 cebola

1 e 1/2 litro de água (se preferir poderá usar um fundo de sua preferência)

Sal

Modo de preparo:

Coloque em um panela alta todos os ingrediêntes (menos a canela) para cozinhar, quando estiverem macios, bata em um liquidificador, reserve alguns pedaços para decorar, e por ultimo acrescente a canela e aqueça para soltar o sabor.

Desligue e sirva com algumas torradas.

Depois disso, só posso desejar, bons sonhos…

Costelinha de Porco ao Molho Barbecue

25/06/2012

Essa receita de costelinha de porco está entre as que mais gosto,  e com esse tempo frio fico menos culpada pensando nas calorias…

Especialidade do Restaurante Outback , rede de restaurantes inspirado em comidas Australianas, e quando estive visitando a  Nova Zelandia vi que era a especialidade do famoso Lony Star.

Até que um dia resolvi experimentar uma receita e deu super certo, ficou ótima,  e se eu não estiver com vontade de sair de casa nesse frio, poderei degustar essa delícia.

Ingredientes:

1 peça de costelas de porco frescas de aproximadamente 2kg

2 colheres (sopa) de cebola picada

1/2 xícara de açucar mascavo

1/2 xícara (chá) vinagre branco

2 colheres de (sopa) molho inglês

2 xícaras (chá) catchup

1 folha de louro

1 colher (sopa) de chilli em pó

1/2 xícara (chá) água

Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

Deixe a costelinha marinando em uma forma com a cebola, o açucar mascavo, o vinagre, o molho inglês,

o catchup, o louro a água, o sal e o chilli, por aproximadamente oito horas.

Reserve um pouco do molho para pincelar no final da cocção.

Pré-aqueça o forno em uma temperatura de 180ºC e coloque a assadeira com as costelinhas cobertas com papel de alumínio,

deixe por 90 minutos, verifique se ja amoleceu e retire o papel alumínio para dourar.

Aumente a temperatura para 200ºC, regue com o molho reservado e asse por mais 10 minutos.

Retire do forno e sirva.

Spaguethi ao Alho Negro

21/06/2012

Finalmente consegui o tão desejado alho negro que há tempos eu estava esperando. Queria preparar uma receita e colocar aqui no blog, porque quando provei dessa iguaria gostei bastante.

Tirei  a foto de um bulbo inteiro como veio na embalagem e depois aberto para demonstrar como eles são.

Devido a um processo de origem Oriental de fermentação e envelhecimento de um alho comum, obtiveram o alho negro que, “acredite se quiser”, é de sabor doce, frutado e macio.

Aqui no Brasil, Marisa Ono domina a técnica da transformação; há quatro anos, ela soube da existência dessa iguaria através do Chef de cozinha  Carlos Bertolazzi, do Zena Café, que no ano anterior a essa data havia estagiado  no restaurante de Ferran Adriá, na Espanha, onde via caixas e caixas do produto com letras japonesas grafadas.

Ficou impressionado e quando voltou ao Brasil, pereguntou a Mariza se sabia do que se tratava.

Foi então que ela começou suas pesquisas, e em 2008 enviou-lhe sua primeira remessa, e a grande surpresa foi,  mesmo sem nunca ter visto, provado ou sentido o Alho Negro, ela chegou a 99%  das características do produto.

Hoje fiz esse Spaguetti a dois alhos, ficou muito bom, acho que essa vai ser só a primeira receita de muitas que postarei por aqui, porque eu realmente gostei desse produto.

Ingredientes:

300 gr de macarrão spaguetti grano duro

1 colher (sopa) de manteiga

1 colher (sobremesa) de azeite

1 colher (chá) de alho comum

1/2 bulbo (cabeça) de alho negro

Modo de preparo:

Cozinhe o macarrão , enquanto isso derreta a manteiga juntamente com o azeite , o alho fresco e o alho negro,  não deixe dourar demais para não amargar.

Escorra a massa acrescente ao molho, sirva imediatamente.

Eu não usei queijo parmesão para não interferir no sabor, mas isso vai da preferência de cada um.

Provem, espero que gostem!!

Feijoada

18/06/2012

Buffet de feijoada.

Hora do caldinho de feijão e seus acompanhamentos…

… a mesa sendo preparada,

a mesa de doces com caf é com cara de interior…

Vista do salão antes dos convidados chegarem,

Com o sol que reinou no dia, a parte externa fez muito sucesso!

 

 

Foi um Sucesso!!

Paçoca Rústica

13/06/2012

Hoje é dia de Santo Antonio, ele que é conhecido como o Santo Casamenteiro e até mesmo o Santo que ajuda a encontrar coisas perdidas.

Para nós aqui no Brasil, essa data faz parte do calendário de festas juninas, então hoje vou passar a receita de uma paçoca rústica de amendoim que aprendi na fazenda de um  Amigo.

Dá só uma olhada na que fizemos…

vejam como ficou linda!

Ingredientes:

2 xícaras (chá) de amendoim

2 xícaras (chá) de açucar

2 xícaras de farinha de rosca

1 colher (café) de sal

1/2 xícara (ché) de leite

Modo de preparo:

Em uma frigideira grande coloque o amendoim para torrar e deixe esfriar.

Moa o amendoim aos poucos em um processador, não precisa deixar muito fino (eu gosto de sentir um pouco de sua textura)

Coloque em uma tijela e acrescente o açucar, a farinha e o sal.

Acrescente o leite e amasse bem com as costas de uma colher. Leve a geladeira por aproximadamente 3 horas ou até que fique consistente para corte.

Eu gosto de deixar alguns amendoins com a casca apenas para dar um colorido, mas isso é opcional.

Feliz dia dos Namorados!!!

12/06/2012

Feliz Dia dos Namorados!!!

 

 

Peras em calda

11/06/2012

Esta receita é  mais uma daquelas  que remetem à infância, quando eu e meus irmãos éramos pequenos,  a casa ficava toda perfumada quando minha mãe resolvia fazer esses doces.

E essa época é ideal pára o seu consumo…

… e olha só a maravilha que eu encontrei na ultima visita à casa dela.

Ingredientes:

13 peras portuguesas (aquelas pequenas e duras)

Suco de 1 limão diluido em 1/2 litro de água

2 xícaras (chá) de açucar cristal

1 litro de água

Cravos da índia

1 xícara (café) de vinho branco

Modo de fazer:

Lave e descasque as peras, coloque na mistura de água com limão para não escurecer e reserve.

Em uma panela coloque a água restante e o açucar para ferver até virar uma calda fina.

Acrescente os cravos da índia e em seguida coloque as peras com o auxílio de uma colher grande,  dessa maneira as peras entrarão na calda com delicadeza e não vão se machucar.

Cozinhe por aproximadamente 20 minutos ou até que elas estejam macias mas não muito moles, adicione o vinho branco, ferva por mais 3 minutos para evaporar o alcool, desligue o fogo e espere esfriar.

 

 

Ceviche

05/06/2012

Hoje em dia é muito comum ouvir falar de Ceviche, posso até dizer que virou moda.

Um prato de origem Peruana que nos dias de hoje é consumido no mundo todo, originalmente ele era feito com peixes brancos de carne firme, como Robalo ou  Corvina.

Mas isso não é uma regra,  o essencial é que o peixe esteja sempre fresco.

E  quando fui às compras o Salmão estava quase vivo de tão lindo, então não tive a menor dúvida,

peguei todos os ingrêdientes necessários e preparei o meu.

Ficou lindo e delicioso!

Ingredientes:

500 gr de Salmão ( poderá ser o peixe de sua preferência)

1 cebola roxa média cortada em fatias finas

1 pimenta dedo de moça cortada em fatias finas

Suco de 2 ou 3  limões galegos

Pimenta rosa

Coentro (opcional)

Sal

*Nigela

Modo de preparo:

Corte o peixe em cubos pequenos e tempere com o suco de limão e o sal, acrescente o restante dos ingrediêntes, espere alguns minutos e sirva.

Eu servi com torradas, mas poderá servir com abacate, batatas, tortilhas e outros acompanhamentos que voce gostar.

Na foto eu ainda não havia colocado o coentro, costumo servir à parte pois não são todas as pessoas que apreciam o seu sabor.

* Use a pimenta rosa com parcimônia, embora ela não seja picante, é perfumada e poderá roubar a cena.

* Nigela  são pequenas sementes pretas que lembram o gergelim, mas o seu sabor é mais suave e sua textura é bem crocante, salpiquei um pouco para finalizar.

Bom apetite!!

Risoto de Aspargos frescos com Queijo Brie e Crocante de Parma

01/06/2012

Tenho alguns amigos que amam risotos, e outros que acham uma dificuldade em prepará-los, pensando em todos eles fiz esse risoto de aspargos frescos com queijo Brie e crocante de presunto  parma.

Ficou muito gostoso, com sabores e texturas diferentes, uma ótima combinação, experimentem, espero que apreciem como eu…

Ingredientes:

400gr de arroz arbóreo ou carnaroli (próprio para risoto)

400 gr de aspargos frescos

1 cebola média picada

3 colheres (sopa) de manteiga

2 colheres (sopa) de azeite

1/2 xícara (chá)  de vinho branco seco

1 e 1/2 litro de fundo (caldo) de legumes

200 gr de queijo brie

100 gr de parmesão, ralado

100 gr de presunto Parma fatiado

Modo de preparo:

 Aqueça o fundo de legumes e reserve.

Corte os talos dos aspargos em fatias finas mas reserve as pontas para acrescentar no final.

Pegue uma panela que seja bem aberta, pode ser estilo Wock, coloque duas colheres de manteiga e duas colheres de azeite e leve ao fogo para aquecer, acrescente a cebola mexendo bem até ficar transparente.

Em seguida adicione o arroz, mexa por alguns instantes, aumente o fogo e coloque o vinho branco, mexa por alguns minutos até evaporar.

Aos poucos vá acrescentando o fundo, (que deve estar bem quente), não pare de mexer, conforme o caldo for sendo absorvido, vá repondo para não queimar ou pegar no fundo.

Depois de 10 minutos acrescente os aspargos, continue cozinhando e acrescentando mais caldo, esse processo deverá durar mais ou menos 7 minutos, que é o tempo para o arroz ficar na textura ideal.

Essa é a hora de adicionar o queijo brie e  o parmesão, misture bem, desligue o fogo  e por último coloque uma colher de manteiga e mexa bem  para dar o brilho.

Monte o prato com as pontas dos aspargos e salpique o crocante de Parma sobre o risoto,  sirva imediatamente.

*Para fazer o crocante de Parma, pré aqueça o forno a uma temperatura de 200º a 220º, coloque as fatias sobre um papel manteiga e deixe assar por uns 10 minutos ou até que fique crocante. Use para decorar seus pratos.

* As pontas dos aspargos podem ser salteadas apenas na manteiga por alguns minutos para que continuem crocantes, tempere com sal e pronto.

Bom apetite!!!