Archive for agosto \28\UTC 2012

Galinhada

28/08/2012

Este prato é um daqueles que de repente caiu nas graças do povo, um prato completo que poderá ser servido sozinho ou acompanhado de uma salada verde.

Ultimamente entrou para lista das comidas da moda, e é claro que existem muitas versões diferentes, e cada uma tem o seu charme e sabor.

Essa foi o nosso jantarzinho de ontem, hummm estava uma delícia!

Quer fazer?? então aí vai a receita…

Ingrediêntes:

1 kg de coxe com sobrecoxa de frango desossados

2 xícaras (chá) de cenouras raladas

3 dentes de alho

Suco de 2 limões

1 colher de sopa de gengibre ralado

1 colher de açucar (pode ser mascavo)

1 xícara (chá) de cebola picada

2 xícaras ( chá) de arroz

1 e 1/2 litros de água fervente

3 colheres (sopa) de azeite ou óleo (para refogar)

Modo de preparo:

Corte em cubos pequenos as coxas e sobrecoxas de frango, tempere com o alho, a cebola, o suco de limão e o gengibre e deixe marinar por no mínimo quatro horas.

Em uma caçarola coloque o azeite e o açúcar, aqueça a panela até o açucar caramelizar.

Adicione os pedaços de frango e deixe fritar até dourar, pode acontecer do açucar virar um caramelo, não se preocupe, pois ele voltará a derreter e dará mais cor ao frango.

Quando o frango estiver bem cozido e com a coloração de seu agrado, acrescente o arroz, refogue por aproximadamente três minutos, e em seguida a água.

Assim que a água estiver secando e o arroz quase no ponto, acrescente a cenoura, corrija o sal e verifique se há necessidade de acrescentar mais água.

Espere o arroz ficar no ponto , desligue o fogo e salpique a salsa picada, dê uma mexida para incorporar e sirva. 

Bom apetite!

Tulipas de Frango – Rotisserie Nippon

23/08/2012

Rotisserie Nippon , um lugar que pouca gente conhece e  que eu queria ter mostrado por aqui ha muito tempo, mas como eu não tinha nenhuma foto esperei até agora para publicar.

Ela existe a mais ou menos 15 anos, começaram em um espaço pequeno, e com o passar dos anos, aumentaram para atender melhor os clientes.

Essa foto mostra onde era  a rotisserie que acabou se transformando em uma espécie de espetinho, o pessoal pode degustar as delícias ali mesmo.

E essa foto mostra o novo endereço que fica praticamente em frente, na mesma rua.

Dá só uma olhada nas tulipas dentro do forno, “televisão de cachorro”, hummm, impossível comer uma só…

Além das tulipas, que são o carro chefe da casa, tem costelinhas de porco, galetos, massas, saladas e tudo o que normalmente encontramos em rotisseries.

Uma vista geral, tirei as fotos no final da tarde de terça feira, por isso não tinha quase ninguém, mas no fim de semana fica bem cheio, então a dica é chegar cedo, porque vale muito a pena.

E aqui vai o endereço,   Avenida do Café nº600, Jabaquara, e o telefone do local é 5594.1277

Passa lá!

Vatapá

20/08/2012

Depois de me ausentar por alguns dias por  pura falta de tempo, estou de volta e com vontade de falar sobre comidas que tiveram influências da culinária Africana,  que foram trazidas pelos escravos nos navios à partir do Séc. XVI  e que influenciaram principalmente a culinária da Bahia.  

O vatapá é um desses pratos, considerado pelos religiosos comida de Santo ou  Comida dos Orixás, e também é destinada aos” Erês” , que significa, crianças. 

É uma comida de consistência cremosa feita com camarões secos ou frescos e leva castanha de caju, amendoim, leite de coco e azeite de dendê.

Também é famoso no Amazonas, Amapá e no Pará onde a receita sofre variações como a ausência do amendoim.

Ingrediêntes:

500 gr de camarão seco

2 litros de leite de coco

150 gr de amendoim torrado e sem pele

150 gr de castanha de caju

1/2 maço de cheiro verde

1/2 maço de coentro

4 tomates picados

2 cebolas grandes picadas

2 xícaras (chá) de azeite de dendê

1 colher (sopa) de azeite de oliva

3 xícaras (ch´´a) de farinha de trigo ou aproximadamente 10 pães franceses amanhecidos

Sal

1 colher de (chá) de gengibre ralado

Modo de preparo:

Limpe os camarões, tirando a cabeça e o rabo, separe em duas partes.

Bata no liquidificador o amendoim, as castanhas e a metade dos camarões até virarem uma farofa homogênea.

Misture a farinha de trigo em meio litro de leite de coco, e se estiver usando os pãescoloque de molho na mesma quantidade de leite de coco.

Bata os temperos no liquidificador, a seguir coloque a panela no fogo e acrescente a farinha dissolvida, o restante do leite de coco, os temperos batidos , a farofa de camarão, o amendoim e a castanha.

Não pare de mexer para não empelotar.

Acrescente o azeite de dendê, o azeite de oliva a outra metade dos camarões inteiros, o sal e o gengibre.

Continue a mexer até ferver bem. O vatapá deve ficar com uma consistência firme porém cremosa. Se ficar muito duro, acrescente leite de coco, se ficar muito mole, acrescente mais farinha.

Depois é só servir como acompanhamento do acarajé ou até mesmo com um peixe grelhado e arroz.

Arroz de Braga da nossa casa…

07/08/2012

Gosto muito das refeições que são servidas como prato único, e o arroz de braga é um deles, mas  aqui em casa fizemos algumas modificações e mesmo assim  mantivemos o nome.

Pois o original é feito com bacon, frango e linguiças e por aqui substituimos por costelinha de porco, mas isso vai da preferência de cada um. 

Ingrediêntes:  

2 xícaras (chá) de arroz

3 colheres de azeite

1 xícara de cebola picada

4 sobrecoxas de frango (eu gosto de usar as desossadas) cortadas em pedaços

1 e 1/2 kg de costelinha de porco dessalgada

1 xícara (chá) de cenoura em rodelas finas

1/2 repolho cortado grosseiramente

Sal

Pimenta do reino (opcional)

Salsa para decorar (opcional)

Modo de preparo:

Em uma panela, coloque o azeite, o frango e deixe selar  por aproximadamente 5 minutos, adicione as costelinhas e deixe fritar mais alguns minutos até dourar.

Não esqueça de mexer de vez em quando para não queimar ou grudar.

Acrescente o arroz,  refogue por uns 5 minutos, adicione a água e  tempere,  algumas  pessoas  colocam o repolho e a cenoura  neste momento e assim que a água secar estará pronto, mas por aqui fazemos um pouco diferente, esperamos a água secar um pouco, pois preferimos o repolho e a cenoura ao dente, mas isso fica a critério de cada um.

Experimente, corrija o sal , decore com a salsa e sirva, fica uma delícia!!

* A dica de hoje é que podemos acrescentar ervilhas frescas ou qualquer outro legume de sua preferência ou que tenha na sua geladeira.