Archive for novembro \26\UTC 2012

Filé ao Molho Ferrugem

26/11/2012

Vou dar uma receita bem fácil de um molho tradicional que serve de acompanhamento para todo tipo de carne, e é uma bela variação ao molho madeira.

Ingrediêntes:

1 kg de filé mignon cortado em medalhões não muito grossos

1 copo de vinho branco seco

2 cplheres de bacon picado

1 cebola média bem picada

2 dentes de alho picados

2 colheres(sopa) de manteiga

1 colher (sopa) de farinha de trigo

1 xícara e meia (sopa) de caldo de carne

1 tomate sem pele e sem sementes

Sal

Pimenta do reino

Modo de preparo:

Aqueça uma panela e em seguida coloque a manteiga e o bacon, deixe fritar . 

Adicione a cebola e em seguida o alho refogando até murchar, coloque a farinha de trigo mexendo para ela cozinhare ficar com um tom da cor caramelo,  mas tome cuidado para ela não queimar, acrescente o vinho branco, mexa bem para não empelotar.

Acrescente o caldo de carne e deixe ferver até reduzir e engrossar.

Retire o excesso de gordura com uma escumadeira, tempere com sal e pimenta .

Se a sua preferência for um molho mais espesso, acrescente um pouco mais de farinha de trigo diluida em caldo de carne, isso ajudará a não formar grumos.

Corrija os temperos e reserve para servir sobre os filés,  acompanhados com arroz branco ou  legumes no vapor.

Arroz Selvagem com Salmão Defumado

23/11/2012

Essa semana fiz um detox de carnes vermelha e frango, gosto de dar uma folga para o meu organismo de vez em quando, então ontem a noite fiz esse arroz selvagem só que desta vez usei salmão defumado, mas poderia ter usado o fresco.

Ficou muito bom, eu já havia postado anteriormente uma receita com calabreza, a maneira de fazer é a mesma, só o que muda é o sabor.

Ingredientes:

1 xic. de arroz branco

1 xic. de arroz selvagem

1 cebola média picada em meias luas

Tomates cereja partidos ao meio

1 colher (sopa) de azeite

1 colh (sopa) de manteiga

300 gr de Salmão defumado

Sal

Alecrim (opcional)

Modo de fazer:

Cozinhe os arrozes separadamente e reserve.

Em uma panela coloque coloque o azeite, depois a cebola , deixe refogar por alguns instantes, ou até que a cebola esteja transparente.

Acrescente o salmão defumadoe refogue  por alguns minutos, em seguida coloque o arroz selvagem, o arroz branco e misture bem.

E por ultimo os tomates, eles  entrarão por ultimo, porque como na outra receita,  a intenção é que não se desmanchem e isso  dará frescor ao prato.

Verifique o sabor, o salmão defumado costuma ser salgado, então corrija o sal. aalpique algumas folhinhas de alecrim e sirva.

 

Spaguetti com lagostins

21/11/2012

Este final de semana, apesar dos feriados,  a agenda estava repleta de compromissos de trabalho,  e entre um e outro, aproveitei para fazer algumas comidinhas que eu adoro, e uma delas foi  este spaguetti com lagostins, facil, rápido e delicioso!

Se voce não encontrar lagostins poderá substituir por camarões e até mesmo por um pedaço de salmão grelhado, vai ficar delicado e muito saboroso.

Ingrediêntes:

500 gr de Spaguetti grano duro

800 gr de lagostins limpos e cortados em pedaços de mais ou menos 1 centimetro

500 ml de creme de leite fresco

1 tomate sem pele e sem sementes picados

1/2 cebola média cortada em pedaços bem pequenos

1 dente de alho picado

Azeite

Sal

1 colher (café) de Pimenta dedo de moça sem sementes em tiras bem finas (opcional)

Salsa

Modo de fazer:

Coloque a massa para cozinhar, enquanto isso vá preparando o molho.

Em uma frigideira (wok) coloque o azeite e deixe aquecer um pouco, em seguida acrescente a cebola, o alho e se desejar a pimenta dedo de moça, assim que começar a fritar adicione os lagostins e refogue por apenas 3 minutos, retire da panela e reserve.

Coloque sobre esse azeite o tomate, refogue alguns minutos e acrescente o creme de leite fresco, o sal e deixe ferver para agregar os sabores e ele reduzir um pouco, retorne os lagostins ao molho, corrija o sal e despeje sobre a massa já cozida.

Salpique com salsa e sirva.

Espero que gostem!

Panqueca Americana

13/11/2012

Hoje eu estava pensando nos próximos dias, feriados à vista, e não existe nada mais gostozo do que acordar com calma e poder tomar um café da manhã especial  com a família,  então pensei em colocar a receita das panquecas americanas.

Essas que eu costumo fazer são da receita da Nigella Lawson, e dão super certo, depois é só acrescentar manteiga, mel, geléia ou até mesmo o  xarope de bordo tradicional, chamado maple syrup, que aliás, aqui em São Paulo já é bem facil de encontrar.

Ingrediêntes:

Para a mistura seca da panqueca

600 gr de farinha de trigo

3 colheres (sopa) de fermento em pó

2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio

1 colher (chá) de sal

40 gr de açúcar

Para fazer as panquecas

150 gr de mistura seca

1 ovo em temperatura ambiente, batido levemente

250 ml de leite

1 colher (sopa) de manteiga derretida

Modo de preparo:

Para amistura de panqueca seca, coloque todos os ingrediêntes secos em uma tijela e misture bem. Transfira para um recipiente hermético, etiquetado e armazene.

Para fazer as panquecas, adicione-a ao ovo, o leite e a manteiga derretida em 150 gr de mistura seca (+ ou – um copo americano).

Misture bem para formar uma massa lisa.

Aqueça uma chapa plana ou uma frigideira antiaderente, sem acrescentar óleo.

Derrame  de 1 1/2  a 2 colheres (sopa) da massa na chapa quente e quando aparecerem bolhas na superfície das panquecas, vire-as e cozinhe-as até que fiquem douradas nos dois lados.

Sirva quente com o acompanhamento que preferir, estas estão com maple syrup e manteiga. 

Bom apetite e bom feriado!!

Fiore di Zucchini – Flor de Abóbrinha

07/11/2012

Nossa!!! voltei! rsrsrs

Estes dias eu estava fazendo uma das coisas que mais gosto na vida, um evento para clientes que são mais do que queridos, porque hoje eu já posso dizer que se tornaram amigos…

Mas quando voltei, fiquei surpresa com a quantidade de emails reclamando a minha ausência, portanto, chega de enrolação e vamos ao que interessa.

Essas flores de abobrinha foram colhidas em uma horta caseira, orgânicas e muito, muito tenras.

Dizem que as melhores são as que estão presas ao cabinho, por serem mais saborosas do que as que estão presas diretamente a ela, mas eu particularmente gosto das duas.

Sempre tive vontade de fazer as flores recheadas e empanadas, por ser um prato delicado e até mesmo tradicional para as famílias com origem italiana, mas confesso que são uma raridade mesmo para nós aqui de São Paulo, onde encontramos praticamente de tudo.

Depois que comentei sobre este post, tive informações que de vez em quando elas aparecem lá na feira de orgânicos do Parque da Água Branca, na feira do Pacaembú e na Casa Santa Luzia.

Ingrediêntes:

12 flores de abobrinhas

Para o recheio:

100 gr de ricota

50 gr de parmesão ralado

50 gr de amendoas sem pele picadas

2 colheres   (sopa) de  queijo cremoso

Sal

Pimenta do reino (opcional)

Para a massa de empanar:

100 gr de farinha de trigo

120 ml de agua mineral gelada

Alguns cubos de gelo

Modo de preparo:

Coloque todos os ingrediêntes do recheio em uma travessa e misture bem, corrija o sal e reserve.

Lave delicadamente as flores e deixe-as escorrendo para ficarem bem secas.

Feito isso, abra-as com cuidado e recheie cada uma delas e torça um pouco as pontas para o recheio ficar mais seguro dentro.

Reserve.

Para a massa de empanar, coloque 120 ml de água gelada e vá polvilhando a farinha peneirada sobre ela.

Misture bem para não empelotar, e  uma dica é colocar alguns cubos de gelo em um saquinho e colocar dentro da massa para ela não perder a temperatura e a massa ficar bem crocante.

Empane cada uma das flores recheadas e frite as uma a uma, coloque em um prato, salpique com um pouco de parmesão ralado e sirva imediatamente.