Archive for outubro \30\UTC 2010

Lulas recheadas

30/10/2010

Sábado, dia de feira na porta da casa da mamãe, parece estranho, mas esse é um dos programas que mais gosto de fazer!

Só de saber que vou encontrar mercadorias fresquíssimas e tudo da mais alta qualidade, então deixo para a partir daí resolver o cardápio da semana.

E hoje passei na banca de peixes e vi essas lulas que estavam bem brilhantes e frescas, além de estarem em um tamanho de médio para pequeno, o que as deixa bem tenras, macias e suculentas.

Eu já estava com vontade de colocar aqui uma receita de couscous marroquino, então tive a idéia de fazer estas lulas e usá-lo como recheio.

Lulas recheadas de cuscus marroquino.

Ingredientes:

1 kg de lulas limpas

1 x. de  couscous marroquino (semola de grano duro)

1x. de caldo de sua preferência (usei um de camarão que eu tinha no freezer)

1 col. das de sopa de manteiga

1 cenoura grande picada em cubos pequenos

1 tomate picado sem pele e sem semente

1 col. das de sopa de salsa picada

azeite

sal

pimenta do reino branca (opcional)

Modo de fazer:

Aqueça o caldo até ferver.

Coloque em um recipiente os grãos de couscous e em seguida o caldo para hidratá-los, mexa bem cubra e reserve.

Em uma panela coloque a manteiga para derreter e em seguida a cenoura, mas não deixe por muito tempo para que não amoleçam demais.

Acrescente o tomate, a salsa, desligue o fogo.

Misture aos grãos, que a essa altura já estarão hidratados.

Pegue as lulas, tempere  e coloque dentro esse recheio,  feche a cavidade com um palito de dentes.

Reserve as cabeças para decorar o prato, isso dará um charme especial.

Coloque azeite em uma frigideira, aqueça e grelhe as lulas por 1 minuto e 1/2 de cada lado.

Corrija o sal e sirva.

Estas eu servi em uma cama do próprio couscous, mas voce poderá servir sobre uma salada verde.

Presentes vindos de longe…

27/10/2010

Estes mimos vieram lá da Nova Zelandia…

Um happy hour kit, uma tábua de corte em forma de coração e um abridor de vidros.

E para quem mandou estes, aqui  vai um grande beijo junto com um obrigada, amei tudo e não vejo a hora de levar para casa nova.

 

Prazeres da Mesa ao Vivo

27/10/2010

Começa hoje o Prazeres da Mesa ao Vivo em São Paulo, é uma mistura de Jornalismo e Gastronomia.

O tema deste ano é a cozinha em tempos de sustentabilidade, para quem quizer visitar, o evento acontece de 27 a 29 de outubro, das 14 às 22 horas, no Campus de Gastronomia do SENAC – SP.

Endereço – Engenheiro Eusébio Stevaux, 823 – São Paulo – SP

 

Beringela recheada

25/10/2010

Nossa! faz uma semana que não passo por aqui, é que minha vida anda uma correria só! Um monte de coisas para resolver e um monte de decisões a tomar. Mas podem estar certos que sempre vou arrumar um tempo para estar com voces.

Hoje resolvi fazer beringela recheada de carne moída, é uma maneira  um pouco trabalhosa mas vale muito a pena, pelo menos nós aqui de casa somos todos fãs incondicionais.

Ingredientes:

5 beringelas cortadas em fatias de comprido com +ou- 1 cm de espessura.

500 gr de carne moída (patinho ou coxão mole).

1 cebola média picada.

3 dentes de alho picados.

1 xic. de salsa picada.

óleo.

sal

4 tomates em rodelas.

1 queijo Minas Frescal em fatias não muito grossas.

Modo de fazer:

Deixar as beringelas de molho em água e sal por 1/2 hora, em seguida escorrer e espremer para tirar o exesso.

Fritar as beringelas com pouco óleo, pois ela absorve muito, reserve. Se precisar vá adicionando um pouco mais de óleo quando for necessário. Reserve.

Refogue a carne moída com a cebola, o alho e deixe para colocar o sal por ultimo, assim evitará que se formem grumos.

Montagem:

Colocar  azeite em uma frigideira, as fatias de cebola e as fatias de tomate, apenas para que amoleçam um pouco, e não para desmanchar.

Colocar em uma assadeira uma fatia de beringela, um pouco de carne moída, a outra fatia de berinjela, em seguida coloque uma fatia de queijo branco, por cima coloque as fatias de tomate e por ultimo um pouco de cebola.

Aquecer em forno pré aquecido a 180º por aproximadamente 10 minutos e servir.

Bom apetite!!


Rufino’s – Guarujá

17/10/2010

Este fim de semana dei uma escapada até o Guarujá, precisava ajudar a Mamy resolver alguns assuntos, saímos de São Paulo com o dia um pouco nublado, mas o tempo estava seco e isso já foi ótimo.

Chegando lá o sol compareceu, meio tímido é verdade, mas ele estava lá…

Praia da Enseada

E quando o trabalho foi concluído, percebemos que já estavamos com fome e então decidimos ir ao Rufino’s, restaurante de Tradição. E tão logo chegamos, fomos invadidas por lembranças e saudades.

Meu filho ouvia atento às histórias seguidas de risos e sabores…

Sardinha Escabeche

Para quem conhece o local, sabe que não poderia faltar esta entrada. A Sardinha Escabeche de lá é simplesmente deliciosa.

Grelhado de Frutos do Mar

E este foi o prato principal, Grelhado de Frutos do Mar, nele havia ostras, mariscos, camarões rosa, vieiras, tamarutaca, lulas, polvo, robalo e alguns vegetais para acompanhar, cebola, tomate e pimentões. Apenas regado com um excelente azeite e um toque de alho e salsa. Daquelas comidas que não precisam de quase nada para ficarem perfeitas.

Olha só o meu prato! rs

Nem sobrou espaço para a sobremesa, ficou para depois…

Se voce ainda não foi…vá !

Fica na Avenida Miguel Stefno, 4795 – Praia da Enseada – Guarujá.

I Festival de Gastronomia Orgânica

15/10/2010

Uma dica para os interessados em Gastronomia e em uma vida mais saudável. É que o I Festival de Gastronomia Orgânica será entre os dias 22 e 26 de novembro, lá no Mercado da Cantareira, “Municipal”.

Além de debates, oficinas e jantares com Chefs convidados, terá também um concurso de novos talentos da culinária orgânica e sustentável.

O endereço do Mercado da Cantareira (Municipal) é rua da Cantareira nº306, e as inscrições para as oficinas serão feitas a partir do dia 05/11/2010.

Cupcakes do Dia das Crianças

12/10/2010

Hoje, dia das crianças,  meus sobrinhos fizeram uma oficina de cupcakes no clube. E olhem só que maravilha ficaram…

cupcakes de baunilha, chocolate e chocolate.

E eu ganhei da minha afilhada o de chocolate com confeitos coloridos e estrelas, estava uma delícia !!!

E para todas as crianças um Feliz Dia!!!

Couve-flor gratinada

11/10/2010

Aproveitando a época das couve-flores e a temperatura que continua baixa, resolvi fazer esse gratinado que além de leve é quente, e um ótimo acompanhamento para grelhados.

Ingredientes:

1 couve-flor cozida

1 colh. de sopa de manteiga

1 colh. de sopa de farinha de trigo

1/2 litro de leite (usei o desnatado)

2 colh. de queijo ralado

2 colh. de farinha de rosca

sal

Modo de fazer:

Untar um refratário com manteiga e arrumar a couve-flor.

Para o molho bechamel,  colocar em fogo baixo uma panela com a manteiga, assim que ela começar a derreter acrescentar a farinha de trigo e mexer até ela ficar com uma cor um pouquinho mais escura. Cuidado para não queimar a farinha, pois podera amargar o molho.

Em seguida acrescentar o leite que deverá estar morno para não empelotar, o sal,  ferver um pouco até engrossar.

Regar as couve-flores, polvilhar com o queijo ralado e por cima a farinha de rosca.

Assar a 180º em forno pré aquecido até gratinar.

Retirar do forno e servir.

Pão

04/10/2010

Pão é uma charmosa padaria sustentável,  que trabalha somente com produtos orgânicos, o cardápio variado muda sempre com as estações.

Passei por lá uma manhã dessas para tomar o café da manhã, pedi um capuccino pequeno e um “croque monsieur”, que é a denominação francesa do mais parisiense dos sanduiches.

Meu croque monsieur com capuccino.

Fala a verdade, não está maravilhoso??  E este sanduiche é feito com pão branco grelhado, presunto cru e coberto com queijo emmental Suíço . O sanduiche muda de nome para croque madame quando é recoberto com molho bechamel (branco) e recebe o acréscimo de um ovo paché.

Na França ele é bastante popular e encontra-se à venda congelado, pronto para ser levado para casa. Reza a lenda que o nome surgiu por que os agentes funerários tinham pressa em encontrar novos óbitos nos hospitais e na Santa Casa de Paris, então a primeira expressão foi Croque Mort, um pão com presunto, devorado às pressas, que com o tempo se sofisticou e virou o Croque monsieur.

Vista do balcão.

A Pão fica na rua Bela Cintra, 1618 nos Jardins. E vale muito a pena conhecer.

Peixe a la Belle Meunière

03/10/2010

Esta receita é um clássico da gastronomia francesa e embora o nome possa parecer dificil, é super facil de preparar.

O peixe é empanado na farinha de trigo e depois frito na manteiga, (de preferência Clarificada) a própria manteiga vira o molho que irá cobrí-lo.

Saint Peter a Belle Meuniere

Ingredientes:

4 filés de saint peter (pode ser linguado, pescada, badejo…)

farinha de trigo para empanar

100 gr  de manteiga ( usei clarificada)

sal

pimenta do reino

1 xic. de cenoura ralada

1 xic. de champignons

1 xic. de ervilhas frescas

2 colh. de sopa de alcaparras

suco de 1 limão

Modo de preparo:

 Tempere os filés com  o suco de limão, sal e pimenta.

Empane com a farinha de trigo e espere alguns minutos para a farinha se fixar bem.

Aqueça a frigideira, coloque a manteiga tendo o cuidado de reservar 2 colh. para acrescentar no final.

Quando começar a borbulhar coloque os files para dourar dos dois lados, coloque os em um recipiente para se manter aquecido e reserve.

Na mesma frigideira acrescente as outras colheres de manteiga e refogue rapidamente a cenoura, as ervilhas, os champignons e as alcaparras.

Regue o peixe com esse molho e sirva com a guarnição de legumes.